Bombas químicas e sua importância na higiene e sanitização de equipamentos da indústria alimentícia

No setor industrial alimentício a higiene é um fator extremamente importante, pois para este setor manter condições higiênico-sanitárias significa controlar a carga microbiana contaminante do produto final. Este controle se inicia através do sistema de tratamento de umidade e temperatura do ambiente de produção, material de construção dos equipamentos em contato direto com o produto e a frequência e método de limpeza destas superfícies. Este procedimento de limpeza é comumente denominado de sanitização, que é entendida como procedimentos higiênicos sanitários, com a finalidade de garantir que superfícies, equipamentos e ambiente ofereçam as condições adequadas de limpeza que resultem em uma baixa carga microbiana

O processo de limpeza das bombas químicas inicia-se com a pré-lavagem com água, depois a aplicação de detergentes que irão depender do tipo de produto utilizado na linha e do material do qual a linha foi construída. A presença de bombas químicas (bombas de transferência química – BTQ, bombas de transferência mecânica – BTM, bombas de transferência submersa – BTS) que injetem estes produtos de limpeza na linha é de fundamental importância, sendo que equipamentos de bombeamento comuns podem reagir com estes produtos e sofrerem corrosão.

Cada tipo de detergente tem uma tarefa na limpeza: os alcalinos fortes tem elevado poder de dissolução de resíduos orgânicos, os alcalinos suaves têm moderada ação de dissolução de resíduos orgânicos, os neutros são indicados para remoção de resíduos fracamente aderidos, os ácidos suaves para remoção de resíduos inorgânicos e alguns orgânicos. Alguns detergentes são agressivos à saúde humana, sendo necessário fazer uso de equipamentos de proteção individual e bombas químicas (bombas de selagem hidrodinâmica – BTQ, selagem mecânica – BTM e dupla selagem – BDS) para transferência destes, capazes de suportar acidez e a basicidade que atuam como agentes corrosivos.

As bombas químicas podem possuir selo mecânico, selagem hidrodinâmica ou dupla selagem, como por exemplo, a selagem hidrodinâmica foi desenvolvida especialmente para que, ao mesmo tempo em que faz o bombeamento dos produtos, também seja realizada a vedação, impedindo que ocorra vazamento do produto bombeado enquanto o equipamento está em operação.  As bombas químicas geralmente são construídas em PP (Polipropileno Injetado), PVC, PTFE, PE (Polietileno), PVDF e UHMW, sendo que o técnico é o responsável pela escolha do material de acordo com o equipamento a ser bombeado.

Tim (11) 94866-0958 | Claro (11) 98961-2743 | Fixo - (11) 4044-4546/4044-4553

Av. Dona Ruyce Ferraz Alvim, 2569 - Jd. Ruyce (Serraria), Diadema - São Paulo, 09981-360

emails: bombetec@bombetec.com.br / vendas@bombetec.com.br

Tecnologia Code Plus