COMUNICAMOS QUE NO PERÍODO DE 26/12/2017 A 07/01/2018 ESTAMOS EM FÉRIAS COLETIVAS.

RETORNAMOS DIA 08/01/2018.

Detalhamento do processo de Galvanoplastia

A galvanoplastia é um processo químico para recobrir determinados materiais com camadas metálicas. Para entender melhor este processo, vamos ver o que é a eletrólise. A eletrólise é um ramo da eletroquímica em que a energia elétrica, corrente contínua, é transformada em energia química. Este processo é exatamente o inverso do que ocorre nas pilhas. Nas pilhas este processo químico é espontâneo e na eletrólise é “forçado”, ou seja, para que a reação de oxirredução ocorra, é necessário o fornecimento de energia elétrica por meio de um gerador, que pode ser até mesmo uma pilha ou uma bateria.

A corrente contínua fornecida pelo gerador irá passar por uma solução aquosa rica em íons, que é chamada de eletrólito. No eletrólito estão mergulhados dois eletrodos, o cátodo (polo negativo) e o ânodo (polo positivo). Geralmente estes eletrodos são inertes, fabricados de platina ou grafita. E o recipiente que contém os eletrodos e o eletrólito e permite que a oxirredução ocorra, é chamado de cuba eletrolítica. Na sequência, quando o gerador é acionado, os elétrons são transportados do gerador pelo seu polo positivo (no caso da pilha, este é o ânodo) e entram na cuba eletrolítica pelo polo negativo (que na eletrólise é o cátodo), gerando uma reação de redução. Sendo assim, o cátodo reduz (perde massa) e o ânodo oxida (ganha massa).

E é isso que ocorre a galvanoplastia, um metal com determinadas propriedades físico-químicas é utilizado para ser depositado sobre o objeto com o interesse de lhe dar maior resistência e durabilidade à determinados agentes agressivos. O tipo de galvanoplastia é determinado de acordo com o tipo de metal eletro-depositado, sendo eles: a Cromagem (recobrimento de uma peça com metal crômio (Cr)), Prateação (recobrimento de uma peça com metal prata (Ag)), Douração (recobrimento de uma peça com metal ouro (Au)), Niquelagem (recobrimento de uma peça com metal níquel (Ni)), Zincagem (recobrimento de uma peça com metal zinco (Zn)), Estanhagem (recobrimento de uma peça com metal estanho (Sn)) e a Cadmeação (recobrimento de uma peça com metal cádmio (Cd)).

Os produtos resultantes deste processo, a solução final, sempre apresenta uma quantidade de cátions que pertenciam aos metais utilizados e à solução, que são extremamente danosos para a nossa saúde e extremamente agressivos para os equipamentos que compõem a cuba eletrolítica. Desta forma, os equipamentos para galvanoplastia devem ser fabricados de materiais resistentes e inertes ao processo da eletrólise e aos produtos iniciais e finais do processo, tais como o PP (Polipropileno Injetado), PVC (Policloreto de Vinila, PTFE (Politetrafluoretil), PE (Polietileno), PVDF (Fluoreto de polivinilideno), UHMW (Polietileno de Ultra Alto Peso Molecular).

Tim (11) 94866-0958 | Claro (11) 98961-2743 | Fixo - (11) 4044-4546/4044-4553

Av. Dona Ruyce Ferraz Alvim, 2569 - Jd. Ruyce (Serraria), Diadema - São Paulo, 09981-360

emails: bombetec@bombetec.com.br / vendas@bombetec.com.br

Tecnologia Code Plus