Sistema de filtragem – Como criar um sistema de filtragem definitivo

A filtração é um processo definido como sendo a remoção de partículas sólidas dispersas em líquidos ou gases. Basicamente, as partículas sólidas ficam retidas e as partes líquidas ou gasosas passam através do filtro. As filtrações podem ser simples ou a vácuo.

A filtração simples ou comum é um processo em que se utilizam filtros em funis de filtração, com o auxílio do bastão de vidro para que a mistura sólido/líquido seja despejada. Neste tipo de filtração, as partículas sólidas que não foram dissolvidas, ficam retidas no papel. Em laboratórios, é muito comum a utilização de filtração a vácuo, um processo mais rápido de filtragem. Neste caso, utiliza-se um funil de porcelana com o fundo perfurado onde o papel de filtro é colocado. Este funil fica sobre um kitassato que é acoplado por uma mangueira a uma trompa de água. A filtração ocorre devido a diferença de pressão existente no sistema.

Embora muito simples, aparentemente, a filtração tem papel economicamente e ecologicamente muito importante, pois ela permite o reaproveitamento de soluções, que se descartadas constantemente implicariam em aumentos expressivos no valor do produto fabricado, que certamente seriam repassados para o consumidor final. E para o meio ambiente é de fundamental importância por devolver água livre de metais pesados, óleos e outros contaminantes agressivos aos meios aquáticos, solos e lençóis freáticos.

Desta forma, em paralelo com economia e preservação do meio ambiente, vários fatores devem ser analisados para que um sistema de filtragem seja projetado e instalado com grande sucesso. E este sucesso está diretamente ligado a eficiência, ao custo de manutenção do equipamento e a segurança do sistema. E os fatores que influenciam na escolha e montagem do sistema são a viscosidade, pois esta implica na velocidade da filtração, a temperatura que pode deixar o fluido menos ou mais viscoso, tamanho da partícula a ser retida, sendo esta responsável pelo tipo de elemento filtrante, capacidade de vazão, e tamanho do sistema.

É de conhecimento que a filtragem promove perda de carga na vazão do fluido pelos encanamentos do sistema de transporte do fluido. Este fato implica diretamente no tamanho do sistema de filtragem, pois para compensar estas perdas de cargas, aumenta-se a área de filtragem, aumenta-se a pressão do sistema ou trabalha-se com filtragem a vácuo. Como dito anteriormente, a forma como será feito este aumento da vazão do sistema, depende do tipo de fluido e da partícula a ser retida. Ainda, existem vários tipos de elementos filtrantes, sendo eles o papel, nylon, polietileno, aço inox, entre outros, na forma de placas, cartuchos, dentre outros.

Outro fator muito importante é o custo de manutenção do sistema, por isso uma análise muito bem feita do produto a ser filtrado é muito importante para se determinar os custos de reposição, o tempo para limpeza e troca dos elementos filtrantes, caso as escolhas dos materiais não sejam muito adequadas, os custos de manutenção do sistema tornam a atividade inviável para a produção.

Tim (11) 94866-0958 | Claro (11) 98961-2743 | Fixo - (11) 4044-4546/4044-4553

Av. Dona Ruyce Ferraz Alvim, 2569 - Jd. Ruyce (Serraria), Diadema - São Paulo, 09981-360

emails: bombetec@bombetec.com.br / vendas@bombetec.com.br

Tecnologia Code Plus